Coronavírus

Preços em Espanha voltam a cair devido à pandemia

Sergio Perez

A inflação anual espanhola tem valores negativos há seis meses consecutivos.

Especial Coronavírus

Os preços em Espanha caíram em setembro 0,4% em relação a um ano antes, pelo sexto mês consecutivo e desde o início do surto de covid-19, confirmou esta quarta-feira em Madrid o Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol.

Os dados definitivos da evolução do Índice de Preços no Consumidor (IPC) indicam uma desaceleração em uma décima em relação à baixa de preços de agosto, quando os preços anuais caíram 0,5%.

A evolução do IPC em setembro foi influenciada pelo aumento da eletricidade, em comparação com o declínio em 2019, enquanto os pacotes turísticos baixaram de preço menos este mês do que no ano passado.

A inflação anual espanhola tem valores negativos há seis meses consecutivos: -0,7 % em abril, -0,9 % em maio, -0,3 % em junho, -0,6% em julho, -0,5 em agosto e 0,4% em setembro.

A crise provocada pela pandemia da covid-19 tem levado à redução dos preços, depois de quase quatro anos em que a sua evolução foi positiva.