Coronavírus

Covid-19 nos EUA. Os problemas depois da alta hospitalar

Enviados SIC

A SIC falou com uma emigrante portuguesa nos Estados Unidos.

Especial Coronavírus

Nos Estados Unidos, um dos maiores problemas para os infetados com covid-19 que têm de ser hospitalizados chega depois de receberem alta.

Os doentes ainda não sabem se têm de pagar as contas que vão recebendo pelo internamento porque o governo norte-americano e o congresso ainda estão a discutir como compensar as seguradoras.

Os enviados especiais da SIC aos Estados Unidos estiveram com uma emigrante portuguesa, Clarisse Frias, em Linden, no estado de Nova Jérsia, onde há uma grande comunidade portuguesa e onde os números de casos confirmados têm disparado. A emigrante esteve infetada em março.

À SIC, a portuguesa mostrou as contas que começaram a chegar cerca de "uma semana ou duas" depois de ter saído do hospital, uma delas de 107 mil dólares pela estadia e tratamentos. Clarisse Frias exemplificou que 77 mil dólares, por exemplo, são para "acomodações".

O jornalista Ricardo Costa, um dos enviados especiais da SIC, contou em direto no Jornal da Noite que na quarta-feira falou com uma pessoa que recebeu contas no valor de 1 milhão e meio de dólares.

Veja também:

  • 0:43