Coronavírus

Meca reabre a peregrinos estrangeiros pela primeira vez em oito meses

Ao contrário da Europa, onde a onda de casos de covid-19 não para de crescer, há países de outros continentes que sentem o desafogo que vivemos no verão.

Especial Coronavírus

Na Índia, os mercados de Nova Deli voltaram a ficar apinhados e nos transportes públicos é frequente os passageiros andarem sem máscara. Há um mês que o número de novos casos de covid-19 tem vindo a baixar naquele país. A duas semanas da principal festividade hindu, a população deseja alguma normalidade.

O Irão, tal como a Europa, enfrenta uma subida de novos casos. O país do Médio Oriente teve este domingo o número mais alto de vítimas mortais num só dia. As mortes diárias podem mesmo chegar às 900, segundo os cálculos das autoridades de saúde. O Irão já proibiu casamentos, ajuntamentos em funerais, já encerrou universidades e escolas, livrarias, mesquitas, cinemas e museus.

Meca recebeu, pela primeira vez em oito meses, peregrinos estrangeiros. A Arábia Saudita fechou o lugar sagrado em fevereiro, em julho permitiu a entrada controlada a fiéis locais e só agora está aberta ao mundo islâmico.

Veja também: