Coronavírus

Velar pelos entes queridos em tempo de pandemia

Diogo Sentieiro

Diogo Sentieiro

Repórter de Imagem

Paulo Gabriel

Paulo Gabriel

Repórter de Imagem

Margarida Martins

Margarida Martins

Editora de Imagem

Regras mais restritivas e fraca afluência aos cemitérios no Dia de Todos os Santos.

Especial Coronavírus

Este ano, a decisão de manter os cemitérios abertos este fim de semana e na segunda-feira, Dia de Finados, coube às câmaras municipais. Nos que estão abertos é preciso cumprir regras mais rígidas, mas a afluência tem sido fraca.

Tradicionalmente, no Dia de Todos os Santos e no Dia dos Finados, milhares de famílias regressam à Terra Natal para homenagear os entes queridos que já partiram. Nos cemitérios que estão abertos nestes dias, o ritual cumpre-se com restrições.

Circulação entre concelhos limitada até terça-feira

A circulação de pessoas para fora do concelho de residência tem estado limitada em Portugal desde as 00:00 de sexta-feira e manter-se-á até às 06:00 de terça-feira, no âmbito das medidas para conter a pandemia.

A medida decretada pelo Governo vai vigorar num período que inclui o Dia de Todos os Santos, no domingo, 1 de novembro, e o Dia de Finados, no dia seguinte, quando muitos portugueses se deslocam aos cemitérios.

A fiscalização vai ser apertada até terça-feira e quem não seguir as regras incorre num crime de desobediência, punível com uma coima que pode chegar aos 500 euros.