Coronavírus

Brasil ultrapassa 162 mil mortes por covid-19 desde o início da pandemia

Ricardo Moraes

País regista mais de 5,6 milhões de casos confirmados.

Especial Coronavírus

O Brasil registou 162.015 óbitos provocados pelo novo coronavírus e um total de 5.631.181 casos de covid-19 desde fevereiro, quando o primeiro doente foi identificado no país, informou esta sexta-feira o Ministério da Saúde.

O Governo local também confirmou a notificação de 279 mortes e 18.862 casos de covid-19 em 24 horas.

No entanto, como o sistema informático do Ministério da Saúde brasileiro apresenta problemas desde a última quinta-feira, os números são parciais e não incluem dados referentes aos estados de São Paulo, Santa Catarina, Amapá, Amazonas e Tocantins.

O Governo brasileiro também não atualizou os números sobre pessoas já recuperadas e os dados sobre doentes em acompanhamento.

Em comunicado, a pasta explicou que "está revisando todas as camadas de segurança dos sistemas de Informação do Sistema Único de Saúde (SUS), o que pode ocasionar intermitência nos sistemas e na disseminação de informações da saúde durante o fim de semana, com previsão de término até o próximo domingo (08/11)".

"A questão está sendo tratada pela equipa do DataSUS, e as páginas [na internet com dados oficiais] estão sendo restabelecidas. Não foram afetados os dados nem os servidores da pasta, que estão preservados pelas medidas de segurança adotadas", acrescentou.

Já um consórcio formado pela imprensa brasileira, que colabora na recolha de informações junto das secretarias estaduais de Saúde, informou que o país somou 162.035 vítimas mortais e 5.632.505 casos desde o início da pandemia.

O mesmo consórcio registou 353 óbitos e 18.247 infetados nas últimas 24 horas.

Veja também:

  • O primeiro dia de Web Summit 

    Web Summit

    Acompanhe aqui as palestras do palco principal. Neste primeiro dia, passam pelo palco nomes como Paddy Cosgrave, CEO e fundador da Web Summit, o primeiro-ministro António Costa, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, ou a atriz Gwyneth Paltrow.

    Em Direto

    SIC Notícias