Coronavírus

CDS diz que se perderam vidas por inação do Governo

Líder do CDS acusa Executivo de falta de reposta na Saúde. 

Especial Coronavírus

O presidente do CDS acusa o Governo de ter demorado demasiado tempo a avançar com parcerias com o setor privado da saúde.

Francisco Rodrigues dos Santos diz que há vidas que se perderam por inação do Governo.

No discurso no encerramento do Conselho Nacional da Juventude Popular, em Fátima, distrito de Santarém, Francisco Rodrigues dos Santos apelou ao Governo para que "neste estado de emergência aplique a proposta da 'Via Verde Saúde' que o CDS apresentou" e que visa, "sempre que seja ultrapassado o tempo máximo de espera para uma cirurgia , para uma consulta ou para um exame, [que] o doente tenha o direito de optar a assistência médica num hospital do setor social ou particular pago pelo Estado, para que não tenha a sua vida em risco".

O dirigente centrista defendeu também que "seja imediatamente inaugurado um corredor de emergência para recuperar todas as consultas nos centros de saúde e todos os outros atrasos no âmbito" do SNS.