Coronavírus

Covid-19. Forças Armadas terão "contributo importante" na vacinação

Declarações do ministro da Defesa.

Especial Coronavírus

O ministro da Defesa Nacional admitiu este sábado, em Bucareste, Roménia, um "contributo importante" das Forças Armadas de Portugal na eventual campanha de vacinação contra a covid-19, um futuro que o governante espera que não seja "muito longínquo".

"Teremos no futuro, não para estas próximas semanas, não para este período de declaração de emergência imediata, mas num futuro que esperemos que não seja muito longínquo, o grande desafio da vacinação [contra a covid-19], e, portanto, aí com certeza que há também um contributo importante a dar pelas Forças Armadas", disse João Gomes Cravinho.

Sobre o estado de emergência que vai entrar em vigor a partir de segunda-feira, João Gomes Cravinho identificou a "problemática da rastreabilidade" do SAS-CoV-2 como "um desafio" que as Forças Armadas de Portugal têm de enfrentar.