Coronavírus

Covid-19. Donos de bares e discotecas parados há oito meses dizem-se esquecidos

Miguel Costa

Miguel Costa

Repórter de Imagem

Empresários reclamam ajuda.

Os donos de bares e discotecas estão a viver uma crise sem precedentes. Parados desde o início da pandemia, dizem que foram esquecidos pelo Governo.

Queixam-se que os apoios anunciados não são suficientes, para um setor que continua a ter muitas despesas e deixou de faturar há oito meses.

Alguns estavam a adaptar o negócio para funcionarem como cafés, mas as novas restrições deitam por terra qualquer possibilidade de fazerem algum dinheiro.