Coronavírus

Economia francesa cai 12% em novembro, reflexo do confinamento parcial decretado a 30 de outubro

Aumento de casos está a levar os Governos europeus a apertarem as medidas restritivas.

Especial Coronavírus

França já ultrapassou os números de Espanha. A segunda economia europeia europeia caiu 12% em novembro, reflexo do confinamento parcial decretado a 30 de outubro para travar a propagação do vírus que já infetou mais de 1 milhão e 700 mil pessoas.

Na Almanha, o ministro da Saúde alemão está preocupado com o aumento de infeções e o possível colapso dos cuidados intensivos. Se a média de 400 doentes diários registada na semana passada se mantiver, em duas semanas serão prenchidas as 6 mil camas disponíveis.

A partir desta terça-feira, a Hungria vai impor o recolher obrigatório entre as 20:00 e as 05:00. Restaurantes e bares vão encerrar, ajuntamentos só permitidos até 10 pessoas e funerais só até 50. Os alunos do secundário e universitários terão ensino à distância.

Também a Rússia nota a pressão nos hospitais. Voltou a atingir um máximo diário e pelo quarto dia consecutivo, ultrapassou os 20 mil casos.

Já na capital da Croácia centenas de pessoas protestram contra o uso de máscara, no dia em que o país registou um máximo diário de mortes.