Coronavírus

Governo garante estar a lutar para aumentar capacidade das Unidades de Cuidados Intensivos

Garantia foi dada pelo primeiro-ministro esta segunda-feira.

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro garante que o Governo está empenhado em aumentar a capacidade dos cuidados intensivos dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

António Costa lembra que em março, Portugal estava em último lugar no número de camas em UCI em função da população, comparativamente com todos os países da União Europeia, e que o objetivo é chegar no próximo ano à média europeia.

“No período de um ano vamos passar do último lugar para a média da União Europeia”, confirmou.

Governo investe no reforço do SNS

Parte da estratégia do Governo no combate à covid-19 passa por um reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O primeiro-ministro anunciou mais camas até ao final do ano nas Unidades de Cuidados Intensivos, que começam a estar perto do limite. Um reforço que será ainda maior no primeiro trimestre de 2021.

Para além disso, os hospitais vão ter mais enfermeiros e médicos intensivistas, que vão ser contratados, e a Linha Saúde 24 vai poder passar declarações de isolamento profilático.

Veja também:

  • Não estou de acordo

    Opinião

    Não estou de acordo com métodos medievais para enfrentar uma pandemia. Se os vírus evoluíram, a organização da sociedade também deveria ter evoluído o suficiente para os combater de outra forma. O recolher obrigatório é próprio dos tempos obscuros e das sociedades não democráticas. Proibir as pessoas de circular na rua asfixia a economia e não elimina a pandemia.

    José Gomes Ferreira