Coronavírus

Covid-19. Alto funcionário da ONU testou positivo e cumpre isolamento em Lisboa

Andres Martinez Casares

Jean-Pierre Lacroix é o primeiro alto responsável da sede da ONU é tornar público que tem covid-19.

O secretário-geral adjunto da ONU para as Operações de Paz, Jean-Pierre Lacroix, anunciou esta terça-feira que testou positivo para a covid-19 e que está a cumprir isolamento em Lisboa, após viagem à República Centro-Africana.

"Quero informar que testei positivo para covid-19. Estou assintomático e isolado em Lisboa, trabalho remotamente", escreveu Lacroix na sua conta da rede social Twitter.

Depois de uma viagem ao Sudão e à República Centro-Africana, Jean-Pierre Lacroix deslocou-se a Lisboa para uma conferência, na sexta-feira, sobre paz e segurança, tendo agora interrompido um périplo que ainda o levaria à República Democrática do Congo.

O francês Lacroix é responsável por cerca de 100.000 soldados da paz destacados em cerca de 15 operações de paz em todo o mundo.

Desde a primavera, vários chefes de agências da ONU já testaram positivo para o novo coronavírus, sendo Jean-Pierre Lacroix o primeiro alto responsável da sede da ONU a relatar a sua contaminação.

Em Nova Iorque, os funcionários da organização estão, maioritariamente, em teletrabalho e as visitas ao estrangeiro foram recentemente retomadas, para complementarem as "viagens virtuais", como a que foi organizada recentemente à Colômbia pela vice-secretária-geral da ONU, Amina Mohammed, atualmente na África ocidental.

  • A árdua experiência com a sustentabilidade 

    Mundo

    E se alguém lhe dissesse que passaria a viver num quarto, com eletricidade apenas para pequenos utensílios domésticos, sem aquecimento central, ar condicionado ou água quente. Teria apenas três conjuntos de roupa, sem máquina de lavar ou secar, faria dieta local sem produtos de origem animal e não andaria de automóvel nem de avião?

    Opinião

    João Abegão