Coronavírus

Indústria textil e do vestuário sofre quebra de 18,5% nas exportações

O setor perdeu 435 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, em relação ao ano passado.

Especial Coronavírus

De março a junho não houve quem escapasse aos efeitos devastadores da pandemia na produção de vestuário.

De acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística, de janeiro a setembro, houve uma queda de 18,5% nas exportações de vestuário com perdas de 435 milhões de eurosem relação ao mesmo período do ano passado. Porém estes números ainda não refletem o impacto desta segunda vaga da pandemia.

A Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção pede maior apoio para as empresas sem discriminações. Quanto ao mercado europeu
a Associação é clara, quer com urgência um compromisso da Comissão Europeia.

  • O primeiro dia de Web Summit 

    Web Summit

    Acompanhe aqui as palestras do palco principal. Neste primeiro dia, passam pelo palco nomes como Paddy Cosgrave, CEO e fundador da Web Summit, o primeiro-ministro António Costa, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, ou a atriz Gwyneth Paltrow.

    Em Direto

    SIC Notícias