Coronavírus

Restrição à circulação no fim de semana é a medida mais contestada na Figueira da Foz

Restaurantes contemplam vender comida para fora para garantir rendimento.

Especial Coronavírus

A Figueira da Foz é um dos 121 concelhos de risco que durante o estado de emergência têm restrições mais apertadas. O que provoca vários problemas a um dos setores importantes do concelho, a restauração.

Mas a medida mais contestada, é o horário de recolhimento durante o fim de semana.

Muitas mesas vazias, foi assim que na Figueira da Foz os restaurantes viveram os primeiros momentos do estado de emergência. Agora são obrigados a fechar a porta às 22.30. Mas pior, foi o anúncio que nos próximos dois fins de semana, a partir das 13 horas, a circulação de pessoas está limitada.

Entregar em casa será a alternativa de alguns, num esforço para manter clientes e postos de trabalho.
A tendência é olhar para o copo meio vazio, num momento em que o número de refeições servidas tem decaído de dia para dia, especialmente à hora de jantar.

Ainda assim, mesmo com horários diminuídos e o recolher obrigatório, há quem não desista de comer fora.

Para já apenas a Figueira da Foz e Penacova integram a lista dos concelhos de risco no distrito de Coimbra devido à COVID-19.

  • O primeiro dia de Web Summit 

    Web Summit

    Acompanhe aqui as palestras do palco principal. Neste primeiro dia, passam pelo palco nomes como Paddy Cosgrave, CEO e fundador da Web Summit, o primeiro-ministro António Costa, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, ou a atriz Gwyneth Paltrow.

    Em Direto

    SIC Notícias