Coronavírus

Covid-19. Dois utentes morreram e número de infetados sobe para 52 em lar de Mirandela

DR

O provedor indicou que a instituição está a ter o apoio de uma equipa de intervenção rápida

Especial Coronavírus

Dois utentes morreram e subiu para 52 o número de infeções por covid-19 no "Hospitel" de Mirandela, após o registo de 29 novos casos positivos para o novo coronavírus, disse à Lusa o provedor da Misericórdia.

"Temos registar mais 29 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, sendo que 19 são utentes e 10 funcionários", concretizou à Lusa Adérito Gomes, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mirandela, que tutela aquela estrutura para idosos criada para reunir os conceitos de hospital e hotel

Segundo o responsável, morreram dois utentes que estavam internados no Hospital de Mirandela, no distrito de Bragança, e que tinham associadas várias patologias.

O provedor da Meritória de Mirandela disse que depois de rastreados todos os 80 utentes e cerca de 40 funcionários, inicialmente testaram positivo 23 pessoas (19 utentes e quatro funcionários).

De acordo com o provedor, os utentes mantêm-se nas instalações, tendo sido criado um circuito covid, com a transferência dos positivos para o piso térreo do edifício.

"Mesmo os utentes negativos estão separados por alas distintas", vincou o responsável.

O provedor indicou que a instituição tem o apoio de uma equipa de intervenção rápida constituída por três auxiliares e um enfermeiro.

No "Hospitel" tutelado pela Santa Casa da Misericórdia de Mirandela funciona atualmente o lar de idosos "O Bom Samaritano" e uma Unidade de Apoio Integrado com capacidade para 15 utentes, segundo a instituição.

A Misericórdia de Mirandela tem várias respostas sociais a funcionar, nomeadamente cinco lares de idosos, Unidade de Cuidados Continuados, centro de acolhimento, apoio domiciliário e creches e infantários.

O provedor indicou à Lusa que esta instituição tem mais de mil utentes e 330 funcionários. Adiantou ainda estar prevista para quinta-feira a reabertura da unidade de pré-escolar "Arco-íris".

A creche reabre na segunda-feira, após deteção de sete casos positivos em cinco funcionários e três alunos.

"Todas a crianças que frequentam estas unidades estão a ser testadas. Antes da reabertura do pré-escolar também as funcionárias serão de novo testadas", disse Adérito Gomes.

O concelho de Mirandela tem 77 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, se acordo com o mais recente boletim epidemiológico emitido pela Unidade Local de Saúde de Bragança.