Coronavírus

Marcha lenta em Vizela contra fecho dos estabelecimentos às 13:00 ao fim de semana

Empresários de Vizela levam caixão até à Câmara Municipal, para estes profissionais as medidas que o Governo vai aplicar este fim de semana podem significar a morte do setor.

Especial Coronavírus

Decorreu esta quinta-feira mais um protesto de comerciantes e empresários da restauração.

Os manifestantes fizeram uma marcha lenta e pediram ao Governo que volte atrás na decisão de encerrar os estabelecimentos às 13:00 nos próximos dois fins de semana.

Dezenas de carros de empresários, quase todos da restauração, seguiram até à Câmara Municipal, com uma das viatura a transportar um caixão.

Ao presidente da Câmara foram entregar um abaixo assinado, com mais de mil assinaturas, E também o autarca pede ao Governo apoios urgentes para o setor.

A Câmara de Vizela decidiu entretanto avançar já com algumas medidas e está já a pagar 50% da água, da luz e da recolha do lixo às empresas de restauração e bebidas.