Coronavírus

Texas é primeiro Estado norte-americano a ultrapassar 1 milhão de casos de covid-19

Ponto de testes à Covid-19 na Califórnia, EUA

Mike Blake

Os Estados Unidos são o país do mundo com mais mortos provocados pelo novo coronavírus SARS-Cov-2.

Especial Coronavírus

O Texas tornou-se no primeiro Estado norte-americano a ultrapassar um milhão de casos de infeção pelo novo coronavírus, de acordo com dados divulgados na quarta-feira pelas autoridades de saúde dos EUA.

A marca foi atingida numa altura em que os eventos desportivos foram cancelados e a cidade fronteiriça de El Paso antecipa um pico de mortes por covid-19 nos seus sobrelotados hospitais, ao montar morgues de campanha adicionais, após o registo de mais de 10.800 novos casos na terça-feira, um novo máximo desde o recorde anterior, registado em julho.

O vírus que prolifera por todo o país tem estado imparável no Texas, onde o principal responsável do condado de Fort Worth está a ser pressionado para cancelar os eventos de desporto juvenil e escolar e onde tendas médicas de campanha foram montadas pela primeira vez no exterior dos hospitais da zona rural de Panhandle.

EUA com novo máximo de internamentos

As autoridades de saúde do Texas reportaram na quarta-feira 6.779 internamentos em hospitais, um aumento de 609 num só dia, que constitui um dos maiores desde que o Estado mantém registos.

No total, o Texas soma 1.010.364 casos de covid-19 e mais de 19.300 mortes confirmadas desde o início da pandemia, em março, de acordo com dados da Universidade John Hopkins.

Apenas o Estado do Illinois teve uma média de novos casos superiores ao Texas nas últimas duas semanas.

O Texas ultrapassou também, recentemente, a Califórnia, o Estado mais populoso do país, como aquele com maior número de casos positivos do novo coronavírus e o número de infeções é, provavelmente, bastante mais elevado, uma vez que diversos estudos indicam que é possível estar infetado sem apresentar sintomas.

Na cidade de El Paso, mais de mil pessoas estão hospitalizadas devido à covid-19 e as autoridades locais encerraram lojas de tatuagens, cabeleireiros, gabinetes de estética e ginásios, além de anunciar planos para montar mais quatro morgues de campanha, elevando o total para dez.

Também em Dallas o número de novos casos ultrapassou os 1.200 pelo terceiro dia consecutivo, o que levou os responsáveis do condado a apelar à população para que trabalhe a partir de casa.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (239.695) provocados pelo novo coronavírus SARS-Cov-2, responsável pela covid-19, e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 10,2 milhões).