Coronavírus

CP informa quais os passageiros que podem pedir reembolso das viagens nos dois fins de semana

MIGUEL A. LOPES

Saiba se pode fazê-lo e como.

Especial Coronavírus

A circulação de comboios Alfa Pendular, Intercidades e InterRegionais vai ser reduzida nos próximos dois fins de semana, na sequência das limitações à circulação nos concelhos de maior risco, anunciou a CP - Comboios de Portugal.

De acordo com a lista publicada na página da Internet, vão ser suprimidas mais de 30 ligações de longo curso nos dias 14, 15, 21 e 22 de novembro, e 19 ligações nas linhas do Minho, Douro, Norte e do Oeste.

Em contrapartida, a oferta de comboios Regionais e Urbanos não vão sofrer alterações, adianta a empresa.

Passageiros podem pedir reembolso

A CP informa ainda que os clientes que "já tenham bilhetes adquiridos para viajar em comboios Alfa Pendular, Intercidades e InterRegionais que não se realizem é permitido o reembolso no valor total do bilhete, ou a sua revalidação, sem custos, desde que o pedido seja apresentado até aos 30 minutos que antecedem a partida do comboio da estação de origem da viagem do cliente", no 'site' para bilhetes adquiridos na bilheteira 'online' ou na aplicação.

Quem adquiriu nas bilheteiras, tem até 10 dias após a data da viagem original nas bilheteiras, ou em cp.pt, através de preenchimento do formulário com o envio de digitalização do original do bilhete e indicação de Nome, Morada postal, IBAN e NIF.

Portugal em estado de emergência

Portugal continental está desde segunda-feira em estado de emergência, pela quarta vez desde o início da pandemia de covid-19, estando em vigor um conjunto de medidas, algumas apenas aplicáveis aos concelhos de maior risco de contágio pelo novo coronavírus.

Entre as medidas em vigor em 121 municípios - número que subirá para 191 na segunda-feira - está o recolhimento obrigatório noturno nos municípios de maior risco, entre as 23:00 e as 05:00. Nestes concelhos, nos próximos dois fins de semana, também haverá limitações à circulação na via pública a partir das 13:00 e até às 05:00 dos dias seguintes.

  • 1:31
  • Não estou de acordo

    Opinião

    Não estou de acordo com métodos medievais para enfrentar uma pandemia. Se os vírus evoluíram, a organização da sociedade também deveria ter evoluído o suficiente para os combater de outra forma. O recolher obrigatório é próprio dos tempos obscuros e das sociedades não democráticas. Proibir as pessoas de circular na rua asfixia a economia e não elimina a pandemia.

    José Gomes Ferreira