Coronavírus

Covid-19. Áustria acompanha outros países e volta ao confinamento

Andres Gutierrez

Andres Gutierrez

Editor de Imagem

País regista mais de 203 mil casos desde o início da pandemia.

Saiba mais...

Nas próximas três semanas, escolas e lojas não essenciais ficam fechadas na Áustria. O país já tinha decretado recolher obrigatório durante a noite. Até 6 de dezembro, a ordem para ficar em casa aplica-se também durante o dia.

Em Itália, um estudo revela agora que o coronavírus já circulava desde setembro do ano passado. A conclusão tem por base um rastreio ao cancro do pulmão, que só agora foi divulgado, que indica que 11% dos participantes tinham, na altura, desenvolvido anticorpos contra o SARS-CoV-2.

O ponto de situação na Europa e no mundo

Em França, o número de diagnósticos está em queda há mais de uma semana. Entre as restrições adotadas está a proibição de reuniões em locais de culto. A comunidade católica de Nantes celebrou uma missa ao ar livre em jeito de protesto.

Nos Estados Unidos, só na última semana registaram-se mais de um milhão de casos. Nos estados de Michigan e Washington, os testes positivos duplicaram. O ensino presencial está suspenso e os espaços culturais fechados. Os restaurantes só podem servir para fora.

No país mais atingido, com 11 milhões de casos, as medidas estão a ser tomadas estado a estado, na falta de resposta da Casa Branca.

Já a Coreia do Norte subiu o nível de alerta e ordenou regras mais apertadas, apesar de ser um dos poucos lugares no mundo sem registo de qualquer infetados.

  • Dez dicas para pais, alunos e escolas no regresso às aulas

    País

    O regresso à escola é sempre desafiante para pais, crianças e professores. Os novos começos não são fáceis e, por isso, às vezes é bom contar com ajuda. Reunimos dez dicas: cinco de um professor e cinco de uma psicóloga que podem ser usadas como um guia prático para quem quer entrar com o pé direito no novo ano letivo.

    Ana Luísa Monteiro