Coronavírus

Covid-19. Delegados de saúde alertam que há pessoas em isolamento sem necessidade

Foram apelidados de detetives da Covid-19 e a sua missão é identificar as cadeias de transmissão. O cansaço e a sinalização errada de casos de baixo risco estão a comprometer o trabalho.

Especial Coronavírus

Todos os dias fazem centenas de telefonemas. São os delegados de saúde que estão responsáveis pelos inquéritos epidemiológicos e que seguem os casos de Covid-19. Procuram perceber onde é que a pessoas se infetou e quem pode ter sido contaminado depois. Verificam também os planos de contingência e implementam medidas de contenção da pandemia em cada município.

Com o número de casos a aumentar de dia para dia, fica cada vez mais difícil seguir os contágios. Conhecidos como os detetives da Covid-19, estes profissionais de saúde começam a acusar cansaço acumulado.

A confusão que se instalou por causa da Linha Saúde24 também não facilita o trabalho. Alertam que há casos de baixo risco a serem colocados em isolamento sem necessidade

Gustavo Coelho é delegado na unidade de Saúde Pública do Alto Tâmega e Barroso, Teresa Sabino está responsável pelo concelho de espinho e metade das freguesias de Gaia. Nesta reportagem contam como se faz o rastreio de uma doença altamente contagiosa num país que ainda tem muitas dúvidas sobre o processo de transmissão.

  • 1:44