Coronavírus

“O amor é tudo”. O reencontro emotivo de um casal separado pela quarentena

Paulo Gabriel

Paulo Gabriel

Repórter de Imagem

Toda a equipa do lar colaborou na surpresa.

Especial Coronavírus

Um casal residente na Misericórdia de Pinhel esteve separado durante um mês e meio. Manuel, com 90 anos, foi internado no hospital e, no regresso, ainda teve de cumprir 14 dias de isolamento.

O reencontro com a mulher, Otília, de 86 anos, foi gravado pela equipa da instituição e publicado nas redes sociais. Por ser tão emotivo, tornou-se viral e contagiou até a SIC, que foi aprofundar a história do casal e do lar onde a Covid-19 ainda não entrou.

“Foi uma alegria tornarmo-nos a juntar. Há tanto tempo que andávamos separados, até que chegou o dia. Casava com ela hoje outra vez se ela quisesse. O amor é tudo”, disse Manuel.

“Fiquei toda contente. Sempre nos demos bem, nunca tivemos aborrecimento nenhum”, revelou a mulher, Otília, à SIC.

Os funcionários contam que o momento foi gratificante para todos e testemunham o carinho e a união deste casal.

Veja também: