Coronavírus

Capital mexicana intensifica rastreamento e duplica número de testes

O aumento de mortes e de casos e a consequente pressão nos hospitais levou a capital mexicana a tomar medidas mais musculadas. Foi implementado um novo programa de rastreamento para conter os contágios e a cidade pretende duplicar o número de testes diários feitos à população.

Especial Coronavírus

Antes de entrar num banco ou num restaurante, faz-se o registo com o telemóvel, para que os clientes possam ser facilmente identificados, caso tenham estado em contacto com uma pessoa infetada.

O processo faz parte de um novo programa de rastreamento que está a ser posto em prática na capital mexicana e que, em apenas seis dias, notificou quase 12 mil pessoas.

Para além desta medida, as autoridades pretendem, ainda, duplicar o número de testes diários à covid-19 feitos à população para tentar dar resposta ao aumento do número de mortes e de casos de infeção e, consequente, pressão nos hospitais.

Nas últimas 24 horas o país registou 858 mortos e 10.335 infetados. Com estes números, o México continua a ser o 11.º país do mundo com mais contágios e o quarto com mais mortes.