Coronavírus

Confederação do Turismo de Portugal diz que “é preciso muito mais” apoio do Governo

Francisco Calheiros critica a falta de informação sobre as medidas.

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal, Francisco Calheiro, vai reunir esta quarta-feira com o Governo para discutir as medidas de apoio ao setor para responder à pandemia de covid-19. O presidente defende que o que foi feito em dez meses “não chega” e “é preciso muito mais” para que as empresas possam manter-se em atividade.

“Não vale a pena amanhã termos uma vacina, os turistas quererem vir para cá e não terem companhias aéreas como cá chegar, não terem hotéis para ficar, restaurantes para ir, não terem nada para fazer”, disse à SIC Notícias.

Francisco Calheiros critica também a falta de informação sobre as medidas, usando como exemplo o que aconteceu este fim de semana: “Era um fim de semana extraordinariamente forte para o turismo e pouco tempo antes foi dito que iríamos entrar neste estado de emergência”.

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal considera que a única medida que ajudou o setor a ultrapassar este momento de crise foi o lay-off.

“Mas foi a única medida, até agora, a fundo perdido que o Governo pôs em cima da mesa. Não chega. Em dez meses é preciso muito mais”, sublinha.