Coronavírus

Empresário da hotelaria: "Pedimos ao Governo o mínimo de restrições e um incentivo"

João Soares acredita que a crise só pode ser ultrapassada com a junção de dois cenários: ter alguns clientes e receber um apoio em simultâneo.

Saiba mais...

João Soares, proprietário de um hotel em Quarteira, no Algarve, revela que a situação do setor é "muito penosa", sublinhando que, neste momento, tem 11 dos 154 quartos ocupados.

O empresário queixou-se dos apoios do Governo, alegando que são poucos e que até o próprio nome das ajudas induz as pessoas em erro.

"Temos um apoio chamado retoma progressiva, mas não existe retoma", explicou.

Numa entrevista à SIC Notícias, admitiu que no verão houve alguma recuperação, mas que agora, com o desincentivo às viagens, desapareceu qualquer expectativa de lucrar neste dois fins de semana prolongados.

No seu hotel, João Soares lançou os programas de Natal e de fim de ano e fez algumas campanhas para jantares de empresas, mas aguarda a comunicação do Governo no próximo sábado para saber como proceder.

Para esta quarta-feira, está marcado um encontro entre o ministro da Economia e a Confederação do Turismo.

  • 3:19