Coronavírus

Turismo deverá fechar o ano com quebras a rondar os 70%

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal lembra que o estado do setor “continua a ser dramático”.

Saiba mais...

As projeções apontam que o turismo deverá registar quebras entre os 65 e os 70% no final do ano, devido ao impacto da covid-19. Francisco Calheiros, presidente da Confederação do Turismo de Portugal lembra que o estado do setor “continua a ser dramático”.

“Temos uma projeção para final deste ano em que a nossa atividade, mesmo com os meses positivos de janeiro e de fevereiro, irá ter uma quebra entre os 65 e os 70%. Isto são números, de facto, nunca vistos e que eu nunca sonhei alguma vez poderem acontecer”, disse à SIC Notícias.

Francisco Calheiros enaltece o esforço dos portugueses em optarem por fazer férias dentro do país, mas lembra que “o turista nacional representa 30% do total e, portanto, nunca pode mitigar os 70% dos turistas estrangeiros que nos estão a faltar”.