Coronavírus

Covid-19. Itália confirma achatamento da curva num dia em que regista 20 mil novas infeções

Yara Nardi

Segundo dados do Ministério da Saúde italiano.

Saiba mais...

A Itália registou 20.709 novas infeções com o novo coronavírus e 684 mortes atribuídas a covid-19 nas últimas 24 horas, em linha com os últimos dias, confirmando o achatamento da curva, segundo dados do Ministério da Saúde italiano.

Desde o início da pandemia de covid-19 em Itália, em fevereiro, já morreram 57.045 pessoas, registando-se 1.641.610 casos de contaminação com covid-19.

Nas últimas 24 horas, foram realizados um total de 207.143 testes, tendo-se verificado uma diminuição de 10,6% de casos positivos em relação ao dia anterior.

Mais de 800.000 pessoas que estiveram contagiadas foram curadas e já existem mais pessoas recuperadas do que as que estão ativas, pouco mais de 761.000.

A maioria, mais de 750.000, dos casos ativos do coronavírus está isolada sem sintomas em casa, o número de hospitalizados continua em declínio, 32.454 (357 a menos que na terça-feira), e os internados em unidades de cuidados intensivos são agora 3.616 (47 a menos que na terça-feira).

Lombardia, a região mais populosa da Itália e epicentro da pandemia, continua a ser a área onde mais casos foram registados, 3.425 novas infeções nas últimas 24 horas, sendo seguida por Véneto, com mais de 2.700 novos casos.

Medidas para o Natal devem entrar em vigor na sexta-feira

O Governo italiano está a ultimar o decreto com as medidas para o período natalício, que devem entrar em vigor na sexta-feira, estando previsto que as restrições não abrandem, para evitar uma nova vaga da pandemia após as férias de Natal.

  • O exemplo inglês 

    Opinião

    Na década de oitenta, as tragédias de Heysel Park primeiro e de Hillsborough depois, atiraram a credibilidade do futebol inglês para a sarjeta.

    Duarte Gomes