Coronavírus

Número médio de novos casos de covid-19 desceu 40% em duas semanas

Rafael Marchante

Dados do INE.

Saiba mais...

O número de novos casos semanais de covid-19 desceu 40% em duas semanas, passando de 45 mil para cerca de 27 mil, revela o relatório do INE divulgado esta sexta-feira .

Segundo o relatório do Instituto Nacional de Estatística, na semana entre 11 e 18 de novembro registaram-se 44.998 novos infetados.

Desde então, os casos têm vindo a diminuir gradualmente: nos sete dias antes de 2 de dezembro foram identificados 27.224 novos casos de covid-19, ou seja, menos 40%.

A maioria dos casos confirmados desde meados de novembro diz respeito a pessoas do Norte do país, segundo o relatório sobre "Indicadores de contexto para a pandemia covid-19 em Portugal", que reafirma os dados que têm sido divulgados pela Direção-Geral da Saúde.

Desde o início de novembro que passaram a existir medidas diferentes para os municípios, consoante o número médio de casos por mil habitantes registados nas duas últimas semanas.

Em 9 de novembro foi declarado o estado de emergência para todo território nacional e em 16 de novembro entrou em vigor a nova lista de municípios em situação de elevado risco.

O Estado de Emergência já foi renovado e a lista de municípios atualizada.

Segundo o INE, a taxa de incidência da doença a 14 dias desceu: a média nacional apresentada em 25 de novembro apontava para 800 novos casos por cem mil habitantes, que passaram para 628 novos casos (segundo um balanço feito em 2 de dezembro).

Quando se olha para o fenómeno por regiões, o Norte volta a destacar-se, com uma taxa de incidência de 1.313 novos casos por 100 mil habitantes.

As quatro sub-regiões mais atingidas eram o Ave (com 2.092 novos casos por 100 mil habitantes), o Tâmega e Sousa (1.620), o Cávado (1.336) e a Área Metropolitana do Porto (1.227)

A Área Metropolitana de Lisboa e a região Centro também apresentaram valores altos, com respetivamente 543 novos casos por 100 mil habitantes e 502 novos casos.

No resto do país, o número de novos casos por 100 mil habitantes situou-se entre os 400 novos casos por 100 mil habitantes no Alentejo e 272 no Algarve.

Nas regiões autónomas, os valores estiveram abaixo dos 240 novos casos por 100 mil habitantes (limiar corresponde a um nível de risco moderado): 143 na Região Autónoma dos Açores e 85 na Região Autónoma da Madeira.

Em 25 de novembro de 2020, havia 50 municípios identificados como zonas de risco extremamente elevado. Segundo avançou esta semana a DGS, nestas regiões havia mais de 960 novos casos confirmados por 100 mil habitantes.

O INE acrescenta hoje que 41 dos 86 municípios do Norte registaram números superiores àquele limiar, representando 78% da população residente nesta região.

Este conjunto compreendia, maioritariamente, municípios localizados na Área Metropolitana do Porto (15 dos 17 municípios, constituindo Arouca e Matosinhos as duas exceções) e em sub-regiões contíguas a este território metropolitano.