Coronavírus

Fabricante indiano pede licença de emergência para distribuir vacina da Oxford/AstraZeneca

Serum Institute of India

Euan Rocha / Reuters

Para distribuição da vacina Covishield contra a covid-19.

Saiba mais...

A produtora de vacinas Serum Institute of India (SII) anunciou hoje que solicitou aos reguladores indianos uma licença de emergência para distribuir a Covishield, vacina contra a covid-19 da Universidade de Oxford e da empresa farmacêutica AstraZeneca.

"Como prometido, antes do final de 2020, o Serum Institute - um dos maiores fabricantes de vacinas do mundo - solicitou autorização de uso de emergência para a primeira vacina fabricada na Índia, Covishield. Isso salvará inúmeras vidas", escreveu numa mensagem na rede social Twitter o diretor-geral do SII, Adar Poonawalla.

O SII, a maior produtora de vacinas em número de doses, já fabricou pelo menos 40 milhões de doses da vacina da Oxford/AstraZeneca e planeia chegar a 100 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, segundo o instituto sediado na cidade indiana de Pune.

A primeira produção do SII será destinada a cobrir as necessidades da Índia, com uma população de 1,35 mil milhões de habitantes e o segundo país mais afetado do mundo pelo novo coronavírus, com mais de 9,6 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia.

A Universidade de Oxford e a empresa farmacêutica sueco-britânica acordaram com o SII para fabricar 1.000 milhões de doses de Covishield contra o novo coronavírus.

Os testes de Covishield ainda estão em desenvolvimento no país asiático, porém, a empresa garantiu que no dia 15 de dezembro o grupo de voluntários receberá a segunda dose da vacina, última fase dos testes.

Os resultados preliminares publicados pelos cientistas que desenvolveram a vacina afirmam que Covishield é eficaz em 70,4% dos casos (dependendo da dose, pode variar de 62% a 90%).

Esses dados ficam atrás da eficácia de 95% demonstrada pelos candidatos das farmacêuticas Pfizer e Moderna, porém Poonawalla pesou o baixo custo e a facilidade de armazenamento da Covishield, peça chave na distribuição em muitos países da Ásia, África e América do Sul.

O Serum Institute of India tem capacidade para produzir cerca de 15 milhões de doses por dia da vacina da Oxford/AstraZeneca, segundo o fabricante.

A Índia, que no domingo superou 140 mil mortes pela covid-19, é o segundo país do mundo mais afetado pela pandemia, atrás apenas dos Estados Unidos, com 9,6 milhões de casos confirmados, 32.981 registados nas últimas 24 horas.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.529.324 mortos resultantes de mais de 66,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

  • 3:13