Coronavírus

Apoios ao comércio tradicional na Guarda 

Paulo Gabriel

Paulo Gabriel

Repórter de Imagem

Iniciativas permitem injeção na economia local.  

Saiba mais...

No distrito da Guarda, há uma enorme onda de solidariedade em redor do comércio tradicional, onde a pandemia de covid-19 ditou perdas médias de 40 a 50%.

Com múltiplas medidas e iniciativas, pretende-se multiplicar a injeção de dinheiro na economia local.

A Câmara da Guarda isentou vendedores ambulantes do pagamento de taxas. O estacionamento, a publicidade e a ocupação de espaços públicos são gratuitos no âmbito do plano de salvaguarda que contém 18 medidas e reduzem a receita camarária em 1,5 milhões de euros.

A casa de pessoal do Hospital da Guarda também decidiu entregar vouchers aos mil sócios, que têm de ser gastos no comércio tradicional.

Isto no momento em que o concelho da Guarda mantém o risco extremo de contágio com 325 casos e os estabelecimentos continuam a fechar às 13:00 ao fim-de-semana.

  • 1:55
  • O cartão amarelo que não se percebe 

    Opinião

    Despir a camisola aquando da celebração de um golo é proibido pelas leis de jogo. Penso que toda a gente sabe disso. Aliás, basta apenas que um qualquer jogador cubra a cabeça usando essa peça de equipamento para ser sancionado.

    Duarte Gomes