Coronavírus

Covid-19. Europa endurece medidas, Japão e Coreia do Sul na iminência de uma 3.ª vaga 

Em sinal contrário, Nova Zelândia e Austrália resgistam números mínimos de novas infeções. 

Saiba mais...

A Europa volta a apertar medidas de combate ao novo coronavírus. A Holanda decretou mais cinco semanas de confinamento, com o fecho de escolas e lojas não essenciais.

Na Alemanha fazem-se à pressa as últimas compras de Natal antes do encerramento previsto para quarta-feira e que vai estar em vigor até dia 10 de janeiro.

Fora da Europa, o Japão e a Coreia da Sul podem estar na iminência de uma terceira vaga. Na zona de Seul, abriram novos centros de testes, mas as escolas voltam a fechar, depois dos maiores aumentos desde o início da pandemia.

Em sinal contrário, Nova Zelândia e Austrália resgistam números mínimos de novas infeções e ponderam pôr fim ao teletrabalho e à quarentena após as viagens.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia