Coronavírus

“Estes meninos queixam-se que demasiados doutores já decidiram demasiado sobre a vida deles”

Há criança que vão ser impedidas de passar o Natal com a família.

Devido à pandemia e ao estado de emergência, há crianças que vivem em instituições que vão ser impedidas de passar o Natal com a família. Uma decisão tomada por uma juíza do tribunal de Oliveira do Bairro, que considera que há risco de surtos de covid-19 nas casas de acolhimento.

Para João Pedro Gaspar, presidente da Plataforma de Apoio a Jovens ex-acolhidos, é difícil compreender o motivo desta decisão, até porque estas crianças têm tido autorização para visitar a família aos fins de semana.

Revela ainda que na mesma casa de acolhimento existem jovens afetos a outras comarcas que podem ir passar o Natal com as famílias, algo que está a ser entendido pelas crianças como uma penalização.

“Acreditamos que a juíza possa reverter a decisão que tomou”, conclui.