Coronavírus

Covid-19. "Até a população estar vacinada, vai haver sempre alguém que pode transmitir" 

Cristina Sampaio, professora de Farmacologia Clínica da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na Edição da Tarde, da SIC Notícias.  

Saiba mais...

A vacinação contra a covid-19 nos lares de idosos de Portugal continental arrancou esta segunda-feira, em Mação, Santarém.

Cristina Sampaio considera que foi importante ter começado a vacinação pela população mais vulnerável e que esse é um passo importante para chegar à segurança.

"Vacinar as populações nos lares é um passo fundamental para adquirirmos segurança."

A professora da Universidade de Lisboa reconhece que os idosos são uma prioridade, não só pela idade, como também pelas patologias que podem ter associadas. Fala em "descanso", mas lembra que só com imunidade de grupo é que estaremos em segurança.

Cristina Sampaio admite que com a vacinação algumas das restrições poderão começar a ser levantadas, no entanto volta a lembrar que só quando uma grande parte da população portuguesa estiver vacinada, é que a sociedade poderá retomar as suas atividades normais. Ou seja, para a professora, é necessária manter algumas das restrições.

"Até a população estar vacinada, vai haver sempre alguém que pode transmitir e pode haver alguém que ainda é suscetível."

Na Edição da tarde, da SIC Notícias, fala ainda sobre as diferentes vacinas existentes, a eficácia e a nova variante do SARS-CoV-2.