Coronavírus

Covid-19. Inglaterra no nível máximo de alerta regressa ao confinamento total

As escolas fecharam e os britânicos só podem sair de casa para o essencial.

Especial Coronavírus

Inglaterra volta ao confinamento pelo menos durante seis semanas. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro na segunda-feira, depois do país ter entrado no nível 5 de alerta na sequência do aumento de casos diários de covid-19.

Depois de uma semana acima dos 50 mil casos diários, foi ativado o nível máximo de alerta, o que significa que a capacidade do Serviço Nacional de Saúde britânico está prestes a esgotar-se.

Britânicos voltam a fechar-se em casa

Durante as próximas semanas, mais de 50 milhões de britânicos voltam a fechar-se em casa. Só podem sair mediante as exceções já conhecidas, como por exemplo ir trabalhar quando o teletrabalho não é possível, receber cuidados de saúde ou ir ao supermercado.

Também as escolas vão fechar. Boris Johnson garante que são locais seguros, mas potenciam com que o vírus se espalhe entre os agregados familiares. Por isso, a partir desta terça-feira, milhões de alunos começam a ter aulas à distância através da internet.

Uma medida adotada igualmente pela Escócia, que também regressa ao confinamento nacional. A ordem, imposta por lei, volta a ser para ficar em casa. Saídas só por motivos essenciais.