Coronavírus

Covid-19. Rui Rio apoia medidas mais pesadas que Governo quer adotar 

Social-democrata não colocará obstáculos jurídicos caso o Governo pretenda antecipar essas medidas. 

Saiba mais...

O presidente do PSD concorda com as medidas mais pesadas que o Governo quer adotar para travar a pandemia de covid-19.

Na conferência de imprensa após a reunião com o primeiro-ministro, Rui Rio afirma que não colocará obstáculos jurídicos caso o Governo pretenda antecipar essas medidas alguns dias.

Sobre as aulas, Rui Rio tem dúvidas em relação à continuidade do funcionamento das escolas. No entanto, o social-democrata remeteu a sua posição definitiva para "depois de ouvir a argumentação dos técnicos na terça-feira de manhã", durante a reunião do Infarmed, em Lisboa.

Novo confinamento pode fechar comércio não alimentar e restauração

O país pode regressar ao confinamento já na próxima semana e durante pelo menos 15 dias.

Essa é a indicação que o Governo está a transmitir aos partidos políticos e aos parceiros sociais, em dois encontros a decorrer em simultâneo esta tarde, sendo que este prazo de 15 dias pode ser prolongado.

A única diferença em relação ao confinamento de março é que as escolas não fecham e o ensino deverá continuar a ser presencial.

  • Regresso ao futuro

    Opinião

    "Queremos assegurar que os novos líderes estão unidos por um conjunto de valores que torna claro que a liderança não é sobre ego" (David Simas, Presidente da Fundação Obama)

    Germano Almeida