Coronavírus

Macau cancela fogo de artifício e parada do Ano Novo Lunar

Tyrone Siu

Este ano, o Ano Novo Lunar, dedicado ao Búfalo, assinala-se a partir de 12 de fevereiro.

Especial Coronavírus

Macau cancelou esta sexta-feira o espetáculo de fogo de artifício do Ano Novo Lunar, bem como a tradicional parada para assinalar a efeméride, anunciou a Direção dos Serviços de Turismo (DST) do território.

Em comunicado divulgado no 'site' oficial do Governo, a DST justificou o cancelamento do espetáculo de fogo de artifício com "problemas no transporte de material", acrescentando que "também não realizará a Parada de Celebração do Ano Novo Lunar".

Este é o segundo ano consecutivo em que Macau não assinala a efeméride com o tradicional cortejo e fogo de artifício, depois de no ano passado as celebrações do popular evento terem sido canceladas devido à pandemia de covid-19, que chegou ao território no final de janeiro de 2020.

Macau, que em 2019 recebeu quase 40 milhões de turistas, é um destino muito procurado pelos chineses no Ano Novo Lunar, a principal festa das famílias chinesas, equivalente ao Natal nos países ocidentais.

Desde o início da pandemia, em janeiro deste ano, Macau contabilizou 46 infeções com o novo coronavírus, não havendo registo de mortes. Apesar de não ter novos casos há mais de seis meses, o território continua fechado a estrangeiros não residentes e sob forte controlo fronteiriço.