Coronavírus

Pandemia agrava atrasos nas juntas médicas

Há pedidos com atrasos superiores a um ano e meio, quando por lei não podem exceder os 60 dias. 

Especial Coronavírus

A pandemia do novo coronavírus agravou os atrasos nas juntas médicas. Há pedidos com atrasos superiores a 18 meses, quando por lei não devem exceder os 20 dias.

Paulo e Teresa estão há vários meses a tentar obter um atestado médico de incapacidade multiuso para o filho de 13 anos diagnosticado com uma perturbação do espectro do autismo.

O atestado permite ao Miguel ter uma série de benefícios como por exemplo o PSI - Prestação Social para a Inclusão - que poderá ajudar a comparticipar as despesas que rondam os 500 euros mensais.

Por causa da pandemia, e para libertar os médicos de saúde pública, a atividade das juntas foi suspensa.