Coronavírus

Covid-19. Governo já pagou 268 milhões de euros às empresas através do programa Apoiar.pt

A baixa de Lisboa praticamente sem trânsito.

Armando Franca

O programa Apoiar.pt atribui subsídios a fundo perdido às empresas com quebras de faturação decorrentes das medidas de mitigação do risco de contágio pela covid-19.

Saiba mais...

O Governo já pagou cerca de 268 milhões de euros às empresas nas duas tranches do programa Apoiar.pt, destinado aos setores mais afetados pela pandemia, avançou esta quinta-feira o secretário de Estado da Economia à Lusa.

"Temos, no acumulado da primeira e da segunda tranche, cerca de 268 milhões de euros pagos", afirmou João Neves, em declarações à Lusa.

Lançado em 2020, o programa Apoiar.pt atribui subsídios a fundo perdido às empresas com quebras de faturação decorrentes das medidas de mitigação do risco de contágio pela covid-19.

Na sequência do último Conselho de Ministros foi decidido antecipar pagamentos da segunda tranche.

Assim, desde segunda-feira e até hoje, foram efetuados pagamentos a "cerca de 15 mil empresas, no montante de 77 milhões de euros".

Este montante soma-se aos 191 milhões de euros liquidados no âmbito da primeira tranche, perfazendo 268 milhões de euros.

"Esta é a tentativa de responder às circunstâncias difíceis que um conjunto de setores atravessa", sublinhou, João Neves.

  • Mussolini: o pai dos populistas

    Extremos

    Antonio Scurati descreve Mussolini como "o primeiro líder populista da História". O líder fascista "é sem dúvida um ditador, mas foi também o ideólogo da tipologia de liderança populista que ainda hoje domina a cena política", conta o professor e investigador italiano à equipa Extremos

    Maria Rodrigues e Rita Murtinho