Coronavírus

"Ainda é possível fazer muito e muito bem" no ensino à distância. O que pode ser feito?

Entrevista SIC Notícias

João Araújo, presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática, em entrevista na Edição da Tarde.

Saiba mais...

João Araújo, presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática, defendeu que ainda é possível o ensino à distância correr bem, com medidas que deviam ter sido tomadas há cerca de um ano.

"O ensino à distância é altamente técnico, muito contraintuitivo e implica um corte radical com o ensino presencial. Isto tem de ser ensinado por alguém que tenha experiência", afirmou.

O responsável, que tem estado a dar formação de ensino à distância a professores, considerou que os professores, alunos e pais deviam ter recebido um modelo pedagógico, no início da pandemia, para cada um saber o que fazer, como e porquê.

Na Edição da Tarde, o presidente da Sociedade Portuguesa de Matemática disse que ainda é possível dar a formação aos professores e considera que é essencial prevenir determinadas situações, como o bullying aos professores no ensino à distância, que não acontecia no ensino presencial.

Referindo uma possível sobrecarga em famílias com várias crianças em ensino à distância e pais em teletrabalho, João Araújo explicou que há plataformas em que o processo de aprendizagem é feito através de um jogo.

"O ensino à distância é o modelo por excelência do ensino em proximidade", defendeu, acrescentando que não há alunos em última fila como nas escolas.