Coronavírus

Covid-19. Centro Hospitalar Lisboa Norte regista o número mais alto de internamentos

Os hospitais Santa Maria e Pulido Valente juntam 20% do total de vagas em unidade de cuidado intensivo da região de Lisboa

Saiba mais...

Os hospitais da Grande Lisboa continuam sob pressão. O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte – que integra os hospitais Santa Maria e o Pulido Valente – registou, esta segunda-feira, o maior número de internados com covid-19 desde o início da pandemia.

As ambulâncias já não fazem fila à porta do hospital Santa Maria, mas lá dentro os serviços continuam em esforço. Metade do hospital está ocupado com doentes infetados pelo novo coronavíus e esta segunda-feira foram registados no centro hospitalar 402 internados com covid-19, 63 deles nos cuidados intensivos.

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte em agora 20% do total de vagas em unidade de cuidados intensivos (UCI) existentes em toda a região de Lisboa. Este fim de semana foi aberta a oitava unidade. Alargar o plano de contingência obriga à mobilização contínua de profissionais de saúde de diferentes especialidades e serviços.

No hospital Amadora-Sintra, a pressão é total: estão internadas 323 pessoas com covid-19, das quais 38 estão em cuidados intensivos. O plano de contingência previa, no pior cenário, cerca de um terço das camas que estão atualmente disponíveis. Esta semana abriu uma nova UCI.

Em Loures, no hospital Beatriz Ângelo, houve uma ligeira diminuição no número de internamentos por covid-19. Estão internados 257 doentes. Já em Almada, o hospital Garcia de Orta regista um total de 252 doentes infetados. A taxa de ocupação é superior a 300% face à disponibilidade prevista no plano de contingência criado para responder à pandemia.