Coronavírus

Crise nos salões de estética. Proprietários receiam entrar em situação de insolvência

José Caldelas

José Caldelas

Repórter de Imagem

Luís Dinis

Luís Dinis

Repórter de Imagem

Francisco Carvalho

Francisco Carvalho

Editor de Imagem

Os pequenos negócios estão a passar pela situação mais difícil desde o início da crise.

Saiba mais...

A pandemia e, por consequência, o estado de emergência proíbem que alguns pequenos negócios abram portas, como é o caso dos cabeleireiros e dos salões de estética.

É uma situação que, segundo os proprietários, está a acabar com o setor, uma vez que os apoios do Governo são insuficientes.

Os profissionais do setor não entendem o que os impossibilita de abrir e garantem que todos os cuidados de higiene são assegurados, assim como as devidas distâncias de segurança.

A Bastonária da Ordem dos Contabilistas, Paula Franco, alertou para a importância do pagamento da segunda pestação, prevista nos programas de apoio do Governo, o mais rápido possível e acredita que as empresas vão conseguir recuperar os meses perdidos, a partir da Primavera.