Coronavírus

Covid-19. Plano de desconfinamento para Inglaterra leva a corrida à marcação de férias

A procura por pacotes de férias cresceu 600% em relação à semana passada.

Saiba mais...

Depois do anúncio do plano de desconfinamento para Inglaterra, divulgado esta segunda-feira, começou uma corrida à marcação de férias.

Só a Easyjet registou um aumento de 337% nas reservas de voos. Nos pacotes de férias, a procura foi ainda maior: 600% em comparação com a semana passada. Números replicados noutras companhias também. A TUI diz que as reservas subiram 500% e a Jet2 600%.

Depois de um inverno fechado em casa, o Algarve, o sul de Espanha, a Turquia a e Grécia são os destinos mais procurados pelos ingleses. Os meses preferidos são julho, agosto e setembro.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou esta segunda-feira o plano de desconfinamento para Inglaterra. Antes de 17 de maio, as férias só poderão acontecer dentro das fronteiras do Reino Unido.

Mas, depois disso, são grandes as probabilidades dos britânicos terem luz verde para viajar para o estrangeiro. No entanto, decisões finais só para meados de abril.

Desde que a evolução da pandemia o permita, o verão parece agora mais risonho. Na União Europeia, a Grécia lidera a luta por uma espécie de passaporte de vacinação.

Os gregos já fecharam um acordo com Israel. Quem já tomou as duas doses pode viajar entre os dois países sem testes nem quarentenas. A Grécia está em conversações com o Governo britânico para tentar um entendimento semelhante.

  • 6:56