Coronavírus

Covid-19. OMS avisa Europa que pode estar a caminho de uma nova vaga

O número de casos na Europa subiu 9% na última semana, sobretudo no centro e leste.

Saiba mais...

A Organização Mundial de Saúde (OMS) avisa que a Europa pode estar a caminho de uma nova vaga da pandemia de covid-19. Os números voltaram a subir esta semana, depois de uma acalmia de dois meses. A Alemanha, que permaneceu praticamente fechada durante os últimos meses, começa a reabrir, mas com extrema cautela.

Angela Merkle esteve nove horas em reunião com os governantes para decidirem sobre o desconfinamento, que deverá acontecer a 28 de março. O aliviar de medidas já arrancou de forma lenta e progressiva. A estratégia inclui auto-testes em massa, gratuitos, assim como a vacinação. Talvez por isso, a Alemanha voltou atrás e validou a administração da AstraZeneca para maiores de 65 anos.

O número de casos na Europa subiu 9% na última semana, sobretudo no centro e leste. A variante britânica é a principal causa.

Nos Estados Unidos, a tendência de novos casos também tem sido decrescente nas últimas seis semanas. Contudo, ainda se mantém acima do anterior pico. Alguns estados, como o Mississípi ou o Texas, resolveram não só abrir todos os negócios, mas tornaram facultativo o uso de máscara.

O Brasil continua a viver os piores dias da pandemia: com um novo máximo de 1.910 mortes em 24 horas, o governador de São Paulo, antigo apoiante de Bolsonaro, reforça a rota de colisão com o presidente ao iniciar um novo confinamento no estado brasileiro.

  • "Quando cheguei ao hospital estava a ter um enfarte"

    Olhar pela Saúde

    Anos a fio de uma alimentação à base de gorduras e excesso de sal, tabagismo e sedentarismo fizeram com que José Santos fosse parar a uma cama de hospital aos 48 anos. O diagnóstico: enfarte agudo do miocárdio provocado por colesterol elevado e hipertensão arterial. Vários hábitos tiveram de mudar e as idas ao médico passaram a ser mais frequentes.

    Exclusivo Online

    Bárbara Ferreira

  • 2:33