Coronavírus

Covid-19. França reforça medidas de restrição para aliviar pressão nos hospitais

Em Inglaterra, o confinamento terminou, mas continua a ser proibidos ajuntamentos de mais de seis pessoas.

Saiba mais...

Franca anuncia um novo reforço nas medidas de restrições devido à pandemia de covid-19 para as próximas quatro semanas. Atualmente, o país tem 90% dos cuidados intensivos ocupados.

As medidas entram em vigor este sábado: as lojas não essenciais fecham e há recolher obrigatório a partir das 19:00. Também as escolas vão encerrar durante três semanas, sendo que a primeira será de aulas à distância e as restantes contam como férias.

Em Inglaterra, a ordem para ficar em casa terminou esta segunda-feira. No entanto, os ajuntamentos ainda estão limitados a seis pessoas. Em Birmingham, as autoridades detetaram uma festa ilegal, com um drone, e passaram 22 multas.

O Irão comemorou, na semana passada, o Ano Novo do calendário persa. Uma celebração que coincide com o maior número de casos em três meses. Consequência do incumprimento do recolher obrigatório noturno e das limitações às viagens.

A África do Sul proibiu a compra de bebidas alcoólicas entre Sexta-feira Santa e segunda-feira de Pascoela, com o objetivo de evitar uma nova vaga. O Presidente considera que o consumo de álcool incentiva comportamentos negligentes. No entanto, continua a ser possível consumir em restaurantes e bares.