Coronavírus

Covid-19. China quer vacinar uma cidade com 300 mil pessoas em cinco dias

Chen Xinbo

Foram diagnosticados 16 casos desde terça-feira na cidade fronteiriça de Ruili, onde há pessoas a fazerem fila para receberem a vacina.

Saiba mais...

Uma cidade chinesa afetada por um novo surto de covid-19 começou esta sexta-feira um programa de vacinação de toda a sua população de 300.000 pessoas, que espera concluir nos próximos cinco dias.

A emissora estatal CCTV mostrou pessoas a fazerem fila para receberem a vacina, na cidade fronteiriça de Ruili, onde foram diagnosticados 16 casos desde terça-feira.

Doze dos casos são nacionais chineses e os outros quatro são nacionais do Myanmar (antiga Birmânia), país que fica do outro lado da fronteira.

Um funcionário local do Partido Comunista Chinês disse à CCTV que 159.000 doses da vacina já chegaram à cidade.

Imagens de televisão mostraram ruas vazias, depois de as autoridades terem ordenado o confinamento da população e o encerramento dos negócios não essenciais. A cidade também vai reforçar os controlos na porosa fronteira, para tentar impedir a entrada ilegal a partir do Myanmar.

A China erradicou praticamente a transmissão local da covid-19, através da rápida implementação de medidas rígidas, sempre que surge um novo surto.

Veja também: