Coronavírus

Cerca de 150 mil professores e funcionários vão ser testados à covid-19 esta semana

Trata-se da II fase da "Estratégia Nacional de Testes" para SARS-CoV-2.

Cerca de 150 mil professores e outros funcionários escolares vão ser alvo de testes entre segunda e sexta-feira para despistar o vírus SARS-Cov-2, que provoca a covid-19, anunciou este domingo o Ministério da Educação.

"O processo de testagem em estabelecimentos de educação e ensino do setor público e do setor privado prossegue a partir de segunda-feira, coincidindo com o início do 3.º período letivo e com a retoma das atividades presenciais dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico. Cerca de 150 mil trabalhadores docentes e não docentes vão ser testados entre os dias 05 e 09 de abril", lê-se em comunicado.

Segundo os responsáveis ministeriais, trata-se da II fase da "Estratégia Nacional de Testes" para SARS-CoV-2" e, "como é habitual, estas informações foram já remetidas às escolas".

A ação é extensível a "todos os trabalhadores de Atividades de Animação e de Apoio à Família (AAAF), Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) e Componente de Apoio à Família (CAF) no 1.º ciclo do ensino básico (CAF1), nos "concelhos com taxa de incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias".

"De acordo com informação prestada pela Direção-Geral da Saúde (DGS), todos os docentes e não docentes vacinados deverão ser igualmente testados", esclareceu o Ministério da Educação, que adiantou ainda que, desde janeiro, outros tantos 150 mil docentes e não docentes, aproximadamente, já foram alvo de testes antigénicos.

Na segunda-feira, o Presidente da República e o ministro da Educação vão visitar a Escola Básica Francisco Arruda, em Lisboa, acompanhando assim o processo de reabertura do estabelecimento e a referida testagem.

Tiago Brandão Rodrigues vai ainda deslocar-se ao Centro Escolar de Carvoeira, em Ourém, para proceder à sua inauguração, após investimento "superior a 1,8 milhões de euros" num "edifício" que "dá resposta a cerca de 200 crianças da educação pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico".

  • A árdua experiência com a sustentabilidade 

    Mundo

    E se alguém lhe dissesse que passaria a viver num quarto, com eletricidade apenas para pequenos utensílios domésticos, sem aquecimento central, ar condicionado ou água quente. Teria apenas três conjuntos de roupa, sem máquina de lavar ou secar, faria dieta local sem produtos de origem animal e não andaria de automóvel nem de avião?

    Opinião

    João Abegão