Coronavírus

Pela terceira vez em pouco mais de um ano, Paris volta a ficar estranhamente vazia e silenciosa

Em França estão mais de 30 mil pessoas internadas devido à covid-19. Apesar deste novo confinamento ser menos restritivo do que os dois primeiros, a margem de incerteza mantém-se elevada.

Saiba mais...

Como um pouco por toda a Europa, as autoridades francesas tentam acelerar a distribuição de vacinas para atenuar a pressão sobre os serviços de saúde. Mais de 30 mil pessoas estão internadas devido à covid-19 e cerca de cinco mil em unidades de cuidados intensivos.

O Governo francês impôs um terceiro confinamento, ainda que ainda que mais brando que os anteriores.

A Catalunha, que faz fronteira com França, vai também impôr a partir da próxima sexta-feira novas restrições para tentar conter o aumento do número de infeções.

O Governo espanhol poderá estar a preparar-se para distribuir a Sputnik, a vacina desenvolvida na Rússia. Apesar de ainda não ter sido aprovada pela Agência Europeia do Medicamento, a vacina vai ser fabricada em Espanha, em Itália e na Alemanha. Na Baviera, o governo regional, está também a negociar a compra de 2,5 milhões de doses da Sputnik que pretende começar a distribuir assim que a vacina seja aprovada.

  • 16:26