Coronavírus

Covid-19. “O Rt está mais elevado do que se disse na reunião do Infarmed”

Henrique Oliveira, matemático e professor do Instituto Superior Técnico, na Edição da Tarde, da SIC Notícias.  

Saiba mais...

O matemático Henrique Oliveira diz que o índice de transmissibilidade (Rt) da covid-19 estará a rondar os 1,17, um número superior ao anunciado na reunião do Infarmed, e reconhece que o efeito da vacinação em Portugal já se está a fazer sentir.

Na Edição da Tarde, da SIC Notícias, fala sobre os concelhos de maior risco e considera que o indicador da incidência a 14 dias é "bastante fraco". "Demora muito tempo a reagir a alterações."

Sobre o Rt anunciado na reunião do Infarmed, afirma que estará mais alto, ou seja, a 1,17 em todo o país, em média a 7 dias. Explica que, apesar do Instituto Ricardo Jorge fazer o cálculo com "muito rigor", está "sempre atrasado".

O professor do IST elogia o "trabalho excecional" da task force e dos autarcas, no plano de vacinação, e fala sobre o "outro lado" do efeito das vacinas administradas.

Henrique Oliveira diz que os efeitos da vacinação "já se fazem claramente sentir", em especial na camada acima dos 80 anos, que registou uma diminuição da mortalidade.

"Se a vacinação avançar muito depressa, nós vamos ter, certamente, no final de maio, uma descida muito grande da mortalidade."

Quanto aos objetivos anunciados esta terça-feira pelo coordenador da task force da vacinação, o matemático considera que, se forem atingidos, a subida da prevalência não irá "provocar grandes estragos" no sistema de saúde.

Henrique Oliveira diz que continua otimista com o futuro, mas deixa um alerta: "Precisamos de ser muito prudentes com o desconfinamento".