Coronavírus

Graça Fonseca confiante que a reabertura da Cultura é segura

Três meses depois, o setor da cultura volta a abrir portas e receber espetadores.

Saiba mais...

Os cinemas, auditórios e salas de espetáculo retomam esta segunda-feira a atividade. Numa visita a Foz Côa, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, garantiu que os espaços estão preparados para receber os espetadores em segurança.

Três meses depois, vai poder voltar a ir ao teatro, ao cinema ou a assistir a um espetáculo. As quebras nas bilheteiras foram elevadas neste e no último confinamento. Para inverter a situação, a expectativa é agora depositada nas estreias.

No grande ecrã, Frances McDormand dá vida a uma mulher nómada que tenta sobreviver numa América em crise. A estreia do filme nomeado para os Óscares foi antecipada em Portugal, numa tentativa de levar espetadores às salas de cinema.

No teatro, por exemplo, o D. Maria II reabre com sete apresentações de "Catarina e a beleza de matar fascistas". Todas as sessões estão já esgotadas. O regresso será feito em segurança, espera a ministra da Cultura.

Para esta terceira fase de desconfinamento, não avançam dez concelhos. Os que seguem em frente na reabertura têm regras a cumprir nos espaços culturais. O uso de máscara e o distanciamento são obrigatórios e há também horas definidas para o encerramento: 22:30 durante a semana e 13:00 ao fim de semana.