Coronavírus

Aljezur considera recuo no desconfinamento injusto e pede revisão de critérios

Canva

Portimão e Aljezur continuam na zona de risco, mas o resto da região do Algarve avançou no desconfinamento.

Saiba mais...

O Municipio de Aljezur já se manifestou em relação ao recuo para a fase dois do plano de desconfinamento.

O documento assinado pelo presidente da Câmara de Aljezur afirma que a medida decidida na última reunião do Conselho de Ministros é injusta e penaliza fortemente a população local.

A autarquia pede a revisão dos critérios de avaliação, que considera estarem a penalizar negócios.

Solicita ainda a aprovação de legislação que regule e estabeleça limites de lotação para tipologia habitacional e fiscalização do cumprimento.

A entrada na situação de calamidade é acompanhada pela quarta e última fase do plano de desconfinamento para a generalidade do país, à exceção dos municípios de Miranda do Douro, Paredes, Valongo, Aljezur, Resende, Carregal do Sal, Portimão e Odemira.