Coronavírus

Autarca de Sesimbra diz que não há surtos de covid-19 identificados no concelho

Entrevista SIC Notícias

Francisco Jesus adianta que há um segundo centro de vacinação preparado desde o início de março, mas não abre por falta de profissionais do SNS.

Saiba mais...

Francisco Jesus, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, adianta na SIC Notícias que, neste momento, o concelho tem 347 casos por 100 mil habitantes, com cerca de 170 casos ativos de covid-19.

"O número de recuperados tem equivalido ao número de recuperados", afirma.

O autarca garante que, neste momento, não há surtos identificados no concelho. "Não há certeza de onde surgiram estes casos", diz, acrescentando que há uma incidência em jovens e na comunidade piscatória.

Na edição da noite, diz que 80% dos casos são de jovens. No entanto, segundo o autarca, tratam-se de casos isolados espalhados pelo concelho, não havendo surtos nas escolas.

Francisco Jesus diz que a pandemia está a ter um grande impacto no setor da hotelaria, restauração e turismo e fala em reduções acima de 40% na faturação.

Sobre a vacinação contra a covid-19, o concelho tem cerca de 30 mil pessoas com a primeira toma e 8 mil com a vacinação completa.

O presidente da Câmara adianta ainda que há um centro de vacinação pronto desde o início de março. No entanto, não avança por falta de recursos humanos. Está à espera que a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo disponibilize enfermeiros.

"Estamos a pagar a fatura pela falta de eficácia", afirma.

Sesimbra recuou no processo de desconfinamento, imposto devido à pandemia de covid-19. É o único concelho do país com risco de transmissibilidade considerado muito elevado. Nas últimas semanas, o concelho ultrapassou a linha vermelha e foram registados mais de 240 casos por 100 mil habitantes.

  • Dentro do coração
    4:23

    Futuro Hoje

    Há 7 anos no Futuro Hoje mostrámos pela primeira vez um pacemaker que se instala dentro do coração. Em Portugal há muitas pessoas a quem este aparelho salvou a vida. Só o Dr. Diogo Cavaco, cardiologista que introduziu esta técnica no país, já instalou mais de cem aparelhos destes.