Coronavírus

Covid-19. Metro do Porto reduz operação na noite de São João

Imagem de arquivo

Paulo Duarte

Na sexta-feira, o metro retoma a sua operação regular.

Saiba mais...

A Metro do Porto revelou esta terça-feira que a operação na noite de São João, de quarta para quinta-feira, será reduzida e que, devido às limitações impostas pela pandemia de covid-19, não haverá reforço de horários como em anos anteriores.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a empresa Metro do Porto refere que vai disponibilizar uma oferta idêntica a um domingo, o que contrasta com a decisão tomada em 2019, ano pré-pandemia, no qual a circulação fez-se sem interrupções.

"A operação do Metro do Porto no S. João 2021 faz-se em modo reduzido, fruto das limitações impostas pela pandemia. Embora se mantenha o funcionamento comercial nos horários habituais [entre as 06:00 e a 01:00], este ano não haverá reforço da oferta nem prolongamento da operação", refere a empresa.

No texto, que tem como título "São João com metro - mas só até à 01:00 e sem reforço" e que vai ser divulgado nos canais oficiais da Metro do Porto, lê-se que "quer na noite de 23 [quarta-feira] quer durante todo o dia 24 [quinta-feira] será disponibilizada uma oferta idêntica à de um domingo".

Na sexta-feira, o metro retoma a sua operação regular.

Esta oferta contrasta com o que foi disponibilizado em 2019, ano em que o metro esteve em circulação durante toda a noite de São João.

A 18 de junho desse ano, a Metro do Porto anunciou no seu 'site' que a circulação far-se-ia sem interrupções "para tornar mais tranquilas as idas e vindas dos arraiais, sardinhadas e bailaricos".

Mas esta terça-feira, e atendendo ao cenário pandémico atual, a empresa sublinha no comunicado que "privilegia a segurança dos seus clientes e trabalha no São João 2021 em estreita cooperação com a PSP".

Em causa está a noite de quarta para quinta-feira, referida como a noite mais longa do ano no Porto, devido aos festejos populares de São João.